BLOG

 

Roteiro Salvador: 4 dias na primeira capital do Brasil!

20 de abril de 2020 • Destinos • POR Daniela Marin
Roteiro Salvador Pelourinho
20 abr

Salvador: capital da Bahia!

Salvador é uma cidade que divide opiniões, há quem ame ou odeie! Eu faço parte do grande grupo que ama Salvador, aliás, a Bahia como um todo! Um roteiro Salvador é essencial para quem quer explorar bem essa cidade cheia de atrações.

Se puder, vou todo ano. É só juntar umas milhas que já quero trocar por passagens para Salvador, eu não resisto! 😛

A Cidade de São Salvador da Bahia de Todos os Santos foi a capital e sede da administração colonial do Brasil até 1763, sendo a primeira capital do país.

Salvador foi o grande centro político e financeiro entre 1549 e 1763, onde se deu início essa mistura de povos, de culturas, de religiões e de raças que é a nossa sociedade brasileira.

O Centro Histórico da cidade preserva seus edifícios renascentistas e casarões com mais de dois andares, típicos de cidades históricas. O local foi moradia dos imperadores e da Corte Real, sendo um prato cheio para quem quer se transportar para o passado e resgatar informações sobre os primeiros anos desde o descobrimento do Brasil.

A cidade de Salvador destinada à administração colonial e comércio, construída como cidade-fortaleza, teve seu crescimento em dois planos, a Cidade Baixa e a Cidade Alta.

Você sabia que a capital mais antiga do Brasil, é o quinto destino brasileiro mais procurado por turistas estrangeiros?

Nem só de Carnaval vive Salvador, há muito o que se fazer na cidade!

Centro HIstórico Salvador

Quando Ir

Durante quase todo o ano faz sol na Bahia, então, se busca um clima lindo de se ver, seu Roteiro Salvador vai ser sucesso!

No verão, chega a bater 31°C, menos quente que no litoral de São Paulo, por exemplo. As temperaturas médias chegam a 27° C e no inverno pode chegar a 24° C. A época de chuvas vai de Abril a Julho, principalmente entre Junho e Julho, considerados meses em que chove muito.

Para os que não gostam de tumulto, recomendo evitar as férias de verão (apesar que já fui em janeiro e achei bem tranquilo) e principalmente a época de Carnaval, pois a cidade “bomba.”

Mas na verdade, você pode visitar Salvador durante o ano todo, pois a cidade tem um calendário cultural bem animado, além das praias e centro histórico.

Dizem que só existem 2 estações em Salvador, verão com sol de rachar (ADORO) e inverno com maior chance de chuvas.

Forte São Marcelo Salvador

Roteiro Salvador: como ir e se deslocar

Você pode chegar em Salvador de avião, de carro ou de ônibus. O Aeroporto Internacional de Salvador é moderno e possui uma boa estrutura (não ótima! :P) e grande quantidade de voos e conexões.

O aeroporto fica nos limites da cidade, próximo a Lauro de Freitas, situado a 28km do centro de Salvador.

Como de costume, táxi não é barato!

A minha recomendação é alugar um carro no aeroporto e se aventurar no trânsito louco de Salvador. Sim, essa é minha recomendação, pois os pontos turísticos são distantes e assim você pode explorar outras regiões como a Praia do Forte, etc.

Hoje, acredito que a liberdade durante uma viagem é a melhor opção!

No entanto, como já fomos algumas vezes, já pegamos táxi, uber, pegamos ônibus circular e alugamos carro tanto no aeroporto, como na cidade, só para fazer bate e volta das praias.

Tudo depende do seu Roteiro Salvador, da disponibilidade de dias e do orçamento de cada viagem.

Roteiro Salvador Bahia

Onde se hospedar

Salvador tem inúmeros hotéis na parte mais turística, incluindo Pelourinho e Barra. Porém, também possui uma grande zona hoteleira fora da área central.

Mais uma vez, tudo vai depender do seu Roteiro Salvador. Ou seja, se está de carro, se vai usar transporte público ou táxi e uber.

Para dar um exemplo, da primeira vez optamos por ficar em Ondina, por questões de custo. O hotel era beira-mar e bem econômico. Não vou indicá-lo pois era bem “meia boca” mesmo…. kkkk

Mas a parte boa é que de lá nos deslocamos a pé, de táxi e uber à noite e de transporte público (busão mesmo) durante o dia.

Já ficamos hospedados em hotéis melhores próximos ao aeroporto e também no coração da região empresarial de Salvador (bairro Caminho das Árvores), mas em ambas as vezes estávamos com carro alugado.

Os principais bairros mais procurados para hospedagens são:

Ondina e Barra – próximo à região central da cidade, com praias urbanas e alguns pontos turísticos;

Centro Histórico – Pelourinho e arredores;

Carmo – bairro descolado, revitalizado, considerado o vizinho charmoso do Pelourinho;

Rio Vermelho – bairro próximo a Ondina, considerado boêmio, bem na orla de Salvador;

Roteiro Salvador Elevador Lacerda

Roteiro Salvador: Dia 1

Se você ficar perdido com tantas atrações e não souber por onde começar, comece pelo Centro Histórico. Vá de cara conhecer o Pelourinho e sentir a energia incrível daquele lugar.

Conhecido como Pelô, é o cartão postal da cidade e parada obrigatória de todo viajante!

Chegando no Pelourinho, caminhe por suas ladeiras, se perca nas ruelas, tire muitas fotos da sua arquitetura de cores vibrantes, aproveite para conhecer o artesanato local e, com sorte, até mesmo curtir apresentações de música de rua.

O Pelourinho possui vários museus e centros culturais. Conheça a Fundação Casa de Jorge Amado, Casa do Olodum e Centro Cultural Solar Ferrão.

Visite as principais igrejas como a Igreja e Convento de São Francisco, no Largo do Cruzeiro, a Catedral Basílica, que fica no Largo do Terreiro de Jesus e a Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no Largo do Pelourinho.

Com acesso bem fácil pelo Pelourinho, você pode conhecer o bairro Santo Antônio Além do Carmo, um dos mais antigos de Salvador, além de ser um charme e extremamente fotogênico.

No finalzinho da Praça da Sé fica o Monumento da Cruz Caída, que é uma homenagem à 1ª Igreja da Sé do Brasil, que foi demolida em 1933.

Na Cidade Alta, conheça o Elevador Lacerda que é um dos cartões-postais de Salvador mais visitados. O local é o primeiro elevador urbano do mundo e tem um valor bem simbólico.

Antes de pegar o elevador, do seu lado de fora, aprecie o incrível visual da Baía de Todos-os-Santos, e ao fundo, o Forte de São Marcelo.

Após descer pelo Elevador Lacerda, vá até o Mercado Modelo, muito popular na cidade e entre os turistas, que possui mais de 250 lojas que vendem artesanatos, artes, roupas, temperos baianos, lembrancinhas e tem até bares e restaurantes.

Pelourinho Salvador Bahia

Roteiro Salvador Mercado Modelo

Elevador Lacerda Salvador

Dia 2

Nesse segundo dia, vá curtir uma praia, caminhar no bairro histórico da Barra, aproveitar para curtir o calçadão a beira-mar e conhecer o famoso farol da Barra.

No Roteiro Salvador, depois de relaxar na praia, curtir o sol e o mar e tomar uma água de coco, siga até o Forte São Diogo, ao lado direito da praia do Porto da Barra, que abriga o Espaço Carybe de Artes desde 2016.

O Forte de São Diogo foi construído entre 1609 e 1613, na encosta do Morro de Santo Antônio. Ergue-se sobre a antiga estrutura do castelo de Pereira Coutinho, donatário da Capitania.

De lá, siga caminhando para o Forte Santa Maria, no Porto da Barra, construído a partir de 1614, com projeto do engenheiro e dirigente das obras de fortificação do Brasil. Sua fachada ainda exibe o emblema do Império do Brasil. Foi tombado pelo Iphan, em 1938, e é administrado pela Marinha. Desde maio de 2016, abriga o Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana.

A 600 metros, você chega no Forte Santo Antônio da Barra, mais conhecido como Farol da Barra. O forte foi o primeiro a ser edificado no país, em 1534, e seu farol considerado o mais antigo da América. A obra é um marco histórico da Bahia.

O farol de 22 m de altura e com 82 degraus, oferece uma vista linda da Baía de Todos os Santos.

Na mesma visita, você pode aproveitar para conhecer o Museu Náutico da Bahia que faz parte do mesmo conjunto arquitetônico do complexo militar.

Assistir ao pôr-do-sol na região do Farol da Barra é um passeio imperdível.

Depois, siga para a região boêmia do Rio Vermelho, para um happy-hour, conhecer o Largo da Mariquita, com seus diversos botecos, acarajés, tapiocarias ou somente curtir o movimento.

Farol da Barra Salvador

Salvador Bahia

Dia 3

Nesse terceiro dia do Roteiro Salvador, partimos para fora do eixo mais turístico, mas ainda assim muito visitado, a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim. Porém, para tornar o passeio mais interessante, resolvemos incluir outros pontos no caminho.

Pegamos um ônibus circular para descer perto do Forte Monte Serrat, que seria o ponto inicial do nosso roteiro do dia. Mas não sei o que houve, o motorista nos fez descer no ponto errado e tivemos que caminhar muito (uns 5km) por bairros nada turísticos. hehehehe

Porém, fora o calor e cansaço, chegamos no Forte Monte Serrat, considerado uma das obras militares mais primorosas do Brasil Colônia. Em 1925, o Ministério da Marinha tomou posse do forte, e desde 1993, é sede do Museu das Armas, com armamentos civis e militares utilizados pelo Exército no passado.

A vista de lá é linda para a Baía de Todos os Santos! Fica lotado para ver o pôr do sol pois de um lado, se vê Salvador; e do outro, a Ilha de Itaparica.

A 300 metros do forte, fica a Ponta de Humaitá, um lugar bem tranquilo, com uma bela vista para a cidade de Salvador. Outro point no fim da tarde para observar o pôr do sol.

Caminhando 1,7 km você chega na Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus do Bonfim, conhecida como Igreja do Bonfim, é uma das mais conhecidas e visitadas de Salvador. Foi construída entre 1746 e 1754 para abrigar a imagem do Nosso Senhor do Bonfim, que foi trazida de Portugal no ano de 1745. O Senhor do Bonfim é o padroeiro da Bahia.

É um local que todo visitante precisa ir, pois é lá que se encontra a famosa grade coberta pelas coloridas fitinhas do Bonfim, onde você vai tirar suas fotos instagramáticas! Kkkk

Roteiro Salvador Monte Serrat

Ponta do Humaitá Salvador

Bonfim Salvador Bahia

Roteiro Salvador: Dia 4

Se você conseguiu cumprir o Roteiro Salvador, incluindo Pelourinho, centro histórico, elevador Lacerda, Farol da Barra e Igreja do Bonfim entre outros, vale muito a pena tirar um dia para conhecer a região.

Você pode optar por fazer um bate e volta para a Praia do Forte, que fica a 80 km de Salvador. Por isso, acho a opção de alugar um carro interessante nesse caso. Mas nada impede de ir de ônibus ou excursão em grupo.

Tendo a liberdade de um carro alugado, você pode incluir nesse dia, a visitação do Castelo Garcia D’Ávila, majestosa ruína da Casa da Torre, que fica somente a 4 km da Praia do Forte.  Um dos principais monumentos do patrimônio histórico e cultural brasileiro, considerado a primeira grande edificação portuguesa no Brasil.

Sobre a Praia do Forte, já adianto, que um bate e volta vai deixar um gostinho de quero mais….rs

Praia do Forte Bahia

Praia do Forte Salvador Bahia

Uma dica super válida desse bate e volta da Praia do Forte, é fazer uma parada no fim da tarde para ver o pôr do sol na Praia de Itapuã, uma das mais famosas da Bahia e eternizada na letra da música de Vinícius de Moraes.

Praia de Itapuã Salvador

Itapuã Roteiro Salvador

Ilha do Frade e Itaparica

Outra opção é conhecer a Ilha do Frade, um paraíso na Baía de Todos os Santos. Com mar cristalino, águas mornas e calmas, a Ilha dos Frades, com 8 km de extensão é cercada pela Mata Atlântica, praias exuberantes, arquitetura histórica, com igrejas e um forte que, no século XIX, foi a prisão do general Bento Gonçalves durante a Revolução Farroupilha.

Você pode ir por conta própria ou com algum passeio oferecido por agências de turismo.

Além das opções anteriores, você pode escolher visitar a Ilha de Itaparica, que fica em frente a Salvador, do outro lado da Baía de Todos os Santos, a cerca de 13 km de distância.

Por apresentar 36 km recheados de praias com águas tranquilas e transparentes e com infraestrutura, existem diversas empresas de passeios que realizam o bate e volta para Ilha de Itaparica. Mas, é possível e mais barato ir sem as agências e conhecer por conta própria em ferry boat ou lancha.

Ilha do Frade

Blogagem Coletiva

Esse texto faz parte de uma Blogagem Coletiva realizada por um grupo de blogueiras que escreveram sobre cidades históricas ou com muita história no Brasil e no mundo. Confira:

Experiência Bárbara – Varsóvia: a cidade que não se curvou

Fefa pelo Mundo – A cidade de Delfos na Grécia: um passeio histórico

Se joga no roteiro – Atenas: uma cidade cheia de história!

Viajante Econômica – Dicas de Berlim para viajar pela história

Viagens e Feminices – Viajar para Paraty: uma cidade cheia de história

Só Penso em Viajar – a incrível cidade murada de Carcassone

Salve esse pin no seu Pinterest:

Pinterest Salvador

Gostaram do post? Alguma dúvida ou curiosidade?

Se gostou e quiser me acompanhar mais nas redes sociais, me siga lá no instagram @prefiromochilar e veja mais fotos e dicas de viagens.

Vai Viajar? Já tem Seguro Viagem?

Nunca embarque sem seu Seguro Viagem em mãos, eu mesma já tive intoxicação alimentar mais de uma vez, na Bolívia e em Cuba. O seguro é essencial não só nesse caso, como em vários outros.

Nosso blog tem parcerias com:

Seguros Promo (5% de desconto)

Real Seguro (10% de desconto)


Compartilhe:

8 Comentários

  1. Barbara Cortat disse:

    Fui para Salvador há muitos anos, num congresso, e mesmo com o calor terrível, achei o mar de lá espetacular (isso porque só conheci as praias do centro) e uma cidade com muito acervo histórico, porém bastante descuidado. Quem sabe um dia crio coragem para voltar com mais calma.

  2. Pâmela disse:

    Ao conheço Salvador a trabalho, preciso investir uns dias por lá! Adorei seu roteiro super completo!

  3. Cecilia disse:

    Adorei seu Roteiro Salvador, Dani! Não conheço ainda e você me deixou curiosa para visitar a mais antiga capital do Brasil. Obrigada por compartilhar sua experiência. Beijos

  4. Soraia Pereira da Silva disse:

    Salvador está nos meus planos há algum tempo! Espero conseguir concretizá-lo em breve e, com certeza, vou voltar nesse post para planejar minha viagem! obrigada pelas dicas maravilhosas!

  5. Fernanda Goldzveig disse:

    Não conheço Salvador ainda! Uma grande falha no currículo pra quem é apaixonada por História! E que cores dessa cidade não? Não sou da turma do calor, mas pretendo conhecer um dia! Arrasou no post!

  6. Mari Vetrone disse:

    Dani, amei o roteiro! Visitei Salvador há muitos anos e já passou da hora de voltar! 🙂

  7. Juliana disse:

    Dani, adorei e senti sua paixão baiana aqui! Eu tb me apaixonei pela Bahia, mas em Salvador tivemos algumas experiencias ruins, como o assalto. Achei a desigualdade na capital baiana muito grande, um sentimento ruim sabe? culpa, impotencia… Fomos no pré carnaval, pessoal dorme na rua por dias para garantir sua barraquinha no circuito, familias inteiras! Foi uma viagem que mexeu demais comigo

    • Daniela Marin disse:

      Sim, amamos a Bahia! Mas claro que tem aspectos negativos de cidade grande. Nós somos do interior, né? Temos histórias de perrengue de bater o carro alugado lá naquele trânsito maluco pra vc ter uma noção…kkkk Mas nunca fui perto do Carnaval, deve ser uma loucura mesmo aquele lugar…hehehhe

DEIXE SEU COMENTÁRIO!