BLOG

 

Trilha do Fitz Roy – Roteiro El Chaltén

21 de março de 2021 • Destinos • POR Daniela Marin
Fitz Roy
21 mar

Já pensou em fazer a trilha do  Fitz Roy?

Provavelmente você já ouviu falar de El Chaltén, certo?? De qualquer forma, é considerada a capital do trekking do país, base para diversas trilhas na região, entre elas, a famosa trilha para o Cerro Fitz Roy, que vai ser o tema desse post.

A região da Patagônia Argentina é conhecida pelas paisagens incríveis, com suas montanhas nevadas, glaciares e muita vida selvagem, atrai turistas de todo canto do mundo atrás de cenários que ficarão pra sempre na memória.

Sobre El Chaltén

A cidade de El Chaltén fica situada na província de Santa Cruz, a aproximadamente 200 quilômetros de El Calafate. É a cidade mais nova da Argentina e também bem pequena: o censo de 2010 apontou que apenas 1637 habitantes vivem dentro do Parque Nacional de Los Glaciares.

Fitz Roy

O acesso para ela é pela Ruta 40, que sozinha já é uma atração. Descemos no aeroporto de El Calafate e alugamos um carro para fazer esse deslocamento, mas há a opção de ônibus, vans e taxi. Os ônibus partem da rodoviária de El Calafate e vale a pena conferir os horários antes.

Com certeza, um dos destinos mais procurados do país. Apesar do tamanho, possui boas opções de hospedagem e restaurantes e para todos os bolsos. Escolhemos uma pousada pequena e aconchegante e a dica é se planejar e ter uma certa antecedência…os melhores custo-benefício acabam bem rápido.

O clima lá é bem frio!! Fomos no verão, que é a melhor época para se visitar, que vai de Novembro a Março e já pegamos bastante frio. Durante o inverno, o clima se torna mais extremo e você pode ter que deixar de fazer algumas trilhas. Além disso, os serviços de transporte e hospedagem podem ficar mais limitados.

Ruta 40

Bem, como falei, descemos no aeroporto de El Calafate super cedo e já alugamos um carro. A ideia era ir sem pressa, curtindo os mirantes…parando quando desse vontade. A opção do carro, além de toda liberdade, foi a melhor escolha. Buscamos os horários dos ônibus e eles não “casavam” com o nosso roteiro. Teríamos que aumentar a trip em 2 noites para encaixar tudo.

Fitz Roy

Fitz Roy

A viagem leva aproximadamente 3 horas…levamos um pouco mais pois queríamos curtir. No caminho se passa pelos lagos Argentino e Viedma, paisagens extraordinárias e muita vida selvagem…além de já ter a vista, em boa parte do trajeto, do próprio Fitz Roy. Não queríamos apenas ver da janela do busão….rsrs

Não existe muita infraestrutura na estrada e a parada mais famosa é o Parador La Leona. Foi ideal para gente, pois já era perto do almoço e aproveitamos para um café quente, empanada e tortas. Esse lugar tem a curiosidade de ter hospedado os “foras da lei” Butch Cassidy e Sundance Kid e apresenta jornais e fotos antigas da época espalhados pelo seu interior.

Fitz Roy

O que fazer em El Chaltén

Bem, a cidade é a capital do trekking na Argentina, logo, para ver as paisagens de tirar o fôlego da região tem que fazer trilhas. Kkkk (pensa na alegria da Dani!)

A região é recheada de trilhas e vias de escalada. A cidade gira em torno disso e parece até cenário de filme….cheia de lojas de equipamentos, pubs, gente com mochilas. São muitas opções de trilhas, sendo que muitas se conectam, e no geral, as trilhas não são complicadas…são longas, mas são bem sinalizadas..rsrs!!! Tivemos que escolher, pois ficaríamos apenas 2 noites por lá.

Fitz Roy

As principais atrações, de fato, giram em torno do Cerro Fitz Roy, mas tem também o Cerro Torre, acessível por uma trilha de 9 quilômetros (só ida) até a Laguna e Glaciar de mesmo nome, também muito procurada. Outras lagunas e glaciares se encontram seguindo a estrada até a divisa com o Chile…são muitas opções mesmo!!

Mirador de Los Condores e de Las Águilas

Chegamos na cidade no começo da tarde e fomos direto pra pousada…fora isso, precisávamos arrumar algumas coisas para a trilha do Fitz Roy na manhã seguinte….comprar comida, água, coisas assim.  Após tudo isso, decidimos o que fazer com o restante do tempo….lembrando que no verão, anoitece super tarde…o dia rende…demais até!! kkkk

Bem perto da cidade tem as trilhas para os Mirantes de Los Condores  Mirante de Las Águilas e já é possível experimentar um pouco do que a região oferece. Essas trilhas são consideradas fáceis, com aproximadamente 4 quilômetros ida e volta, mas oferecem um visual impressionante da cidade e do Cerro Fitz Roy.

Fitz Roy

Dá pra imaginar o porquê do nome dos Mirantes…muitas aves voando pelo céu!! Essa trilha caiu bem demais em nosso roteiro…a noite anterior foi de conexão aérea, e o chão do Aeroparque em Buenos Aires não parece bem uma cama…mas foi onde dormimos depois de beber num pub da cidade!!

Quis dizer que estávamos cansados e dormimos pouco, então, os “apenas” 4 quilômetros dessas trilhas foram o suficiente pro dia….aproveitamos pra ficar ali, só contemplando a beleza daquele lugar, muito diferente de muito lugar que já fomos!! A trilha do Mirante de Las Águilas é continuação da Los Condores.

El Chalten

Mas ainda tivemos energia pra buscar um restaurante bacana e curtir a cidade de outra forma. Muita gente, bares e restaurantes lotados!! Mas acaba sendo uma atração estar ali também!!

Trilha do Fitz Roy

Você pode encontrar em muitos lugares essa trilha com o nome de “Laguna de los tres”…é assim chamada também, porque você chega na Laguna e é o ponto que os montanhistas param, com a baita vista do Fitz Roy ao fundo…segue de lá quem quer escalar o monte.

Devo também dizer que há dois acessos ao Fitz Roy…um pela Laguna Capri e outro pela Laguna e Glaciar Piedras Blancas…esse segundo tem início mais distante da cidade de El Chaltén. Decidimos ir e voltar pelo mesmo caminho, passando pela Laguna Capri. Não me arrependo, mas se preferir conhecer mais lagunas e caminhar um pouco mais, pode ir por um e voltar pelo outro.

Saímos bem cedo pois a trilha é longa, 24 quilômetros ida e volta, e porque não gostamos de fazer com pressa. Poupamos alguns metros pois deixamos o carro no estacionamento existente na entrada da trilha, que é gratuita.

O caminho é bem agradável…algumas subidas, pedras, mas bem sinalizada e fechada em boa parte. Muita, mas muita gente fazendo o mesmo!! Kkkk…não tem como se perder ou errar.

El Chalten

Fitz Roy

A trilha tem um cenário espetacular…já se vê o Fitz Roy pelo caminho…depois de 4 quilômetros, você chega na Laguna Capri…a impressão que dá é que você já chegou, pois a vista é de arrepiar. Lanche e fotos são recomendados!! Rsrs

Depois da Laguna Capri, a trilha se torna mais aberta, mas até que consegui ficar de camiseta e suar um pouco…o sol tava na cabeça direto!!! Pare nos mirantes, tire as fotos que desejar!! Realmente é algo recompensador estar ali!!

Patagonia Argentina

Argentina

Falta um “pouquinho só” Dani!!!

Parece que a trilha vai ser mais rápida do que falaram, dizíamos!! Rsrsr…mas a subida final, realmente, é de tirar o chapéu….e o fôlego, literalmente!!! Também, são quase 3.400 metros de altitude, além do piso ser de pedras soltas e íngreme!! Uma subida que parece não terminar…uma fila de gente….mas uma hora termina…e quando termina, gratidão pura….por poder sentar e principalmente por botar os olhos naquela maravilha!!!! A gente acha lindo ao ver em fotos, mas pessoalmente é espetacular!!!

El Chalten Fitz Roy

Fitz Roy Sendero

Claro que passamos um bom tempo ali…não me lembro exatamente, mas foram horas…rodamos tudo por lá, lanchamos, contemplamos, descansamos….molhamos os pés nas águas geladas…..tem a Laguna Sucia, bem perto, vale a ida!! Na verdade, esse dia inteiro prova que toda a jornada valeu a pena….

Patagonia Argentina

Trilha do Fitz Roy

A volta teve dois momentos….o primeiro de alegria pura…dois seres felizes por ter atingido aquele objetivo!! Depois de 8 quilômetros da volta (o que na soma já seriam 20 quilômetros), parecia interminável…hahaha…até eu que adoro trilha já pedia pra acabar!!!

Chegar na cidade, depois de 11 horas, e parar num pub pra comemorar e lembrar dos momentos da trilha foi algo muito esperado…e fechou um dia, que já havia sido cheio de recompensas, de uma maneira incrível!!! A cerveja dos “Hermanos” estava boa demais…ou a gente que estava feliz demais!! rsrs

Esse texto foi escrito por Samuel Cavalcanti, meu marido, fotógrafo e editor do Blog Prefiro Mochilar.

Já salva esse pin no seu Pinterest

Pinterest

Gostaram do roteiro? Alguma dúvida?

Se gostou e quiser me acompanhar mais nas redes sociais, me siga lá no instagram @prefiromochilar  e veja mais fotos e dicas de viagens.

Vai Viajar? Já tem Seguro Viagem?

Nosso blog tem parcerias com:

Seguros Promo (5% de desconto)

Real Seguro (10% de desconto)

Você pode gostar de ler mais posts sobre a Patagônia Argentina:

Roteiro Ushuaia: 4 dias no fim do mundo

Patagônia Argentina: roteiro completo de 10 dias


Compartilhe:

0 Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO!