BLOG

 

Conheça o Delta do Parnaíba – Piauí

17 de agosto de 2021 • Destinos • POR Daniela Marin
Delta do Parnaíba Piauí
17 ago

Já ouviu falar do Delta do Parnaíba? O maior Delta das Américas!

Bem, antes vou tentar explicar o que é uma foz em delta.

Foz é o ponto onde um rio deságua e delta é um tipo de foz, na qual o rio se abre em diversos braços que correm independentes para desaguar, cada um em um ponto, formando um triângulo ou a letra grega Delta. Facilitou? rsrs

Sobre o lugar

O Delta do Parnaíba, também conhecido como Delta das Américas, é o maior desse continente e o único a desaguar em mar aberto. É também o 3º maior Delta do mundo, sendo considerado um fenômeno raro.

Delta do Parnaíba

Tudo isso junto forma uma das paisagens mais espetaculares que conhecemos. Uma união de ilhas, mangues, dunas e igarapés contendo repleta fauna selvagem. Uma biodiversidade riquíssima que, desde 1996, é protegida por lei federal que transformou o local numa APA (Área de Proteção Ambiental), hoje controlada pelo ICMBio, com uma área de 309.594 hectares. 

Onde fica e como chegar?

O Delta do rio Parnaíba se encontra entre o Maranhão e o Piauí e pode ser acessado pelos dois estados, sendo a principal porta de entrada a cidade de Parnaíba/PI. É possível também fazer uma série de passeios pelo município de Tutóia/MA. Como fomos para Parnaíba, vou falar de nossa experiência por lá!

Rota das Emoções Piauí

A maioria das pessoas acaba por conhecer Parnaíba durante a famosa “Rota das Emoções” que também passa nesse paraíso. Portanto, uma das formas de se chegar ao Delta do Parnaíba é utilizando o Aeroporto de São Luís do Maranhão, que foi o que nós fizemos.

Alugamos um carro em São Luís e depois de conhecer os Lençóis Maranhenses (post trekking), seguimos para o Piauí. De São Luís para Parnaíba são aproximadamente 440Kms. Não fizemos a rota das emoções por completo pois o objetivo era explorar bem o litoral do Piauí…pode até ser pequeno em extensão, mas tem bastante coisa pra fazer e conhecer.

Existe também a opção de utilizar “transfers” para se deslocar entre as cidades e realmente muitas pessoas usam esse serviço, mas nós sempre preferimos a liberdade que o carro proporciona.

A cidade possui um Aeroporto Internacional que recebe voos da companhia AZUL. Vale verificar os dias, valores e de onde partem os voos no site da companhia.

Quando ir?

Quando ir para o Delta do Parnaíba vai depender um pouco de quais são os seus interesses na região. O clima é quente quase o ano inteiro e o que pode mudar um pouco é a quantidade de chuvas que cai por lá.

A estação chuvosa vai de janeiro a maio/junho e nesse período as temperaturas são mais altas, entretanto, nos disseram que a vida selvagem está mais presente.

A estação menos chuvosa se estende de junho a dezembro. As temperaturas são mais amenas (mas não baixas…rsrs) e os ventos constantes atraem os praticantes de kitesurf. Além disso, as lagoas ficam cheias nesse período já que vem após a época chuvosa, e se você for visitar os Lençóis também, acaba sendo o melhor período.

Parnaíba Piauí

Fonte: site da pousada Porto das Barcas

Nós fomos em julho, bem no começo do mês, e não pegamos chuvas, as temperaturas foram elevadas e os ventos estavam bem fortes. Foi incrível!! rsrs

Onde se hospedar?

A cidade de Parnaíba, por ser a porta de entrada do Delta, apresenta boas (mas não inúmeras) opções de Hotéis e Pousadas. É uma cidade grande, cerca de 150 mil habitantes, a segunda maior e mais importante do estado do Piauí. Apresenta boas opções de restaurantes e bares (nesse ponto realmente nos surpreendeu), e a região do Porto das Barcas é a mais procurada pelos turistas, tanto para hospedagem quanto para comer.

Ficamos no Hotel Arrey, entre Parnaíba e Luís Correia, município vizinho, mas como estávamos de carro achamos um bom custo-benefício, além do que levava apenas 10 minutos até o “fervo” da cidade.

Vale a pena dizer que a maioria dos passeios saem do Porto de Tatus, localizado na vizinha Ilha Grande. São aproximadamente 30 minutos do centro de Parnaíba até o Porto, de carro. As empresas que fazem os passeios oferecem “transfers” para os clientes, com um custo adicional. Tá aí mais uma vantagem da locação de veículo.

Delta do Parnaíba

O que fazer no Delta do Parnaíba

Dia 1

Vou começar dizendo que para uma primeira visita, dedicamos 3 dias para conhecer o Delta do Parnaíba. Achamos que foi o suficiente, já que conhecemos os principais pontos, além do que o lugar oferece muito mais experiências do que pontos turísticos mesmo, na nossa opinião.

Logo que chegamos, após o almoço, acabamos visitando o centro da cidade e o Porto das Barcas de passagem, que está todo revitalizado e cheios de casinhas e restaurantes coloridos na beira do rio Parnaíba.

Delta do Rio Parnaíba

Delta Piauí

A ideia inicial do roteiro para esse dia era conhecer os Pequenos Lençóis Piauienses, cenário igual ao do vizinho Lençóis Maranhenses, numa escala reduzida. Desistimos de fazer pois preferimos ficar em Barra Grande/PI para relaxar mais na praia…rsrs Buscamos sempre equilibrar as viagens com descanso e novas descobertas e decidimos relaxar mais um pouco, já que tínhamos explorado os Lençóis Maranhenses de “cabo a rabo”!! rsrsrs

Dia 2

O segundo dia foi dedicado inteiro ao passeio de catamarã pelo rio Parnaíba. Ele parte do Porto de Tatus às 9 horas e termina às 15, aproximadamente. Há uma certa restrição de horários pois depende da maré pra acontecer e escolhemos a empresa Clip Ecoturismo.

Delta do Parnaíba

Caranguejo Parnaíba

Esse passeio em si é bem “turistão”, mas vale a pena pois seria bem complicado (ou caro) conhecer o local sem ele, além do que a conexão com a natureza é bem intensa.  Afinal, são várias horas passeando pelo Delta e curtindo aquele visual incrível.

Navegar por entre os igarapés, observar a fauna presente e até acompanhar a pesca de caranguejos, para conhecimento de toda a sustentabilidade que a envolve e como forma de educação ambiental, acaba sendo extremamente prazeroso.

Os pontos que visitamos são a ilha das canárias e baia das canárias localizadas na foz leste do Delta e com uma vista espetacular do encontro das águas, além das dunas do Morro Branco. São duas paradas para banho, uma nas dunas do Morro Branco e outra na baía das canárias e acaba sendo bem bacana e refrescante para o calor que fazia. O almoço está incluso no passeio e é feito no próprio barco durante a navegação.

Delta do Parnaíba

Parnaíba Piauí

Dia 3

Bem, esse dia era pra ser repleto de atrações…a ideia era visitar o Porto das Barcas novamente, almoçar na Praia Pedra do Sal, única praia dentro do município de Parnaíba e finalizar com o passeio da Revoada dos Guarás, um espetáculo que eu pessoalmente estava super empolgado pra fazer!!

Delta do Parnaíba

Acontece que durante a madrugada a Dani começou a se sentir mal, provavelmente uma indisposição por algo que ela comeu. Aí nosso passeio pela manhã foi conhecer os hospitais de Parnaíba…rsrsrs….a Dani, quando começa a passar mal, só para depois de tomar soro na veia.

Se temos que olhar pelo lado positivo? Com certeza…Parnaíba tem hospitais e farmácias com bom atendimento e estrutura. Após a manhã inteira no hospital, voltamos para o Hotel e a Dani não se sentia 100% ainda…claro que ela não me disse isso e ainda me convenceu a ir sozinho no passeio da Revoada…rsrs…não queria ir mais, de verdade…achava que tínhamos que fazer juntos ou não fazer!!!

Revoada dos guarás

Acabei indo e ela ficou no quarto, descansando. O passeio é incrível, mas ainda fui preocupado…

Revoada dos Guarás

Ele parte também do Porto de Tatus às 14:30 e retorna só após o pôr do sol. O barco é pequeno e nos metemos por entre os igarapés em busca de observar a vida selvagem…é possível ver capivaras, jacarés, cobras e bugios…infelizmente vi apenas bugios e capivara. Como eu queria ter visto pelo menos um jacaré, mas não foi dessa vez!! Rsrs

Depois, vamos para a Ilha do Cajú, próxima a outra foz. São dunas também, num cenário impressionante do rio Parnaíba e toda sua grandiosidade, onde pode se banhar nas águas e caminhar pelas dunas. O grande final é a Revoada dos Guarás com o pôr do sol. Guarás são aves de cor vermelha…se alimentam basicamente de caranguejos que possuem muito betacaroteno…daí a cor delas!!

Revoaoa dos guarás

Um espetáculo emocionante!! Lindo de ver! Pena que a Dani não pôde contemplar esse verdadeiro balé realizado por quase 4000 aves que retornam de um dia de caça para passar a noite numa ilha no meio do rio.

O retorno acaba sendo inesperado também…mais uma navegação de noite pelas águas do rio, sentindo o vento na cara e admirando a vista!!

A Dani ainda não estava 100%…ainda se sentia indisposta mas não precisamos voltar ao hospital…só um repouso foi o suficiente!

Revoada dos guarás

Outros passeios na região do Delta do Parnaíba

Outras atrações que podem ser feitas a partir de Parnaíba:

Lençóis Piauienses, como já havia falado lá em cima. São menores que os famosos Lençóis vizinhos, mas com um cenário igual, cheio de dunas e lagoas.

Safari noturno pelo Delta, para observação da vida selvagem que apresenta hábitos noturnos. Ainda volto pra fazer!!! 

Passeio do Cavalo-marinho…não quisemos fazer…sei que tem toda a comunidade envolvida e que gera renda para ela, mas optamos não fazer por questões ecológicas mesmo.

Praia da Pedra do Sal… infelizmente não conseguimos conhecer… mas dizem que o pôr do sol por lá é incrível.

Ilha das Canárias, passamos por ela no passeio do Catamarã. Uma das maiores do Delta já no lado Maranhense, apresenta opções de estadia e restaurantes. Ideal para quem gosta de se integrar com a comunidade local e busca turismo ecológico. Uma segunda visita terá com certeza uma estadia nesse paraíso!!

Delta Piauí

O Delta é um cenário diferente do que normalmente é considerado paraíso, uma imensidão trazida pelos 5 braços do rio Parnaíba cercada por muito verde e felizmente ainda não muito explorado pelo turismo predatório.

O mais interessante em conhecê-lo é exatamente ficar em contato com essa natureza exuberante e muito preservada, além de aprender sobre respeito à natureza com a toda comunidade que mora por lá e que retira dali sua subsistência de forma sustentável.

Como falei, muito mais uma experiência do que pontos turísticos!

Ficou com alguma dúvida sobre o Delta do Parnaíba? Ficou com vontade de conhecer esse lugar incrível?

Esse texto foi escrito por Samuel Cavalcanti, meu marido, fotógrafo e editor do Blog Prefiro Mochilar.

Já salva esse pin no seu Pinterest

Delta Pinterest

Gostaram do nosso roteiro? Alguma dúvida?

Se gostou e quiser me acompanhar mais nas redes sociais, me siga lá no instagram @prefiromochilar  e veja mais fotos e dicas de viagens.

Se curte dicas do Nordeste, você pode gostar de ler também:

Península de Maraú: Paraíso no sul da Bahia!

6 Lugares para conhecer no Ceará

Mergulho em Abrolhos: sul da Bahia!

Travessia pelos Lençóis Maranhenses: 3 dias


Compartilhe:

0 Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO!