BLOG

 

Dicas de Florença: a capital da Toscana!

14 de setembro de 2020 • Destinos • POR Daniela Marin
Dicas de Florença Itália
14 set

Nesse post vamos falar sobre Dicas de Florença, um destino super romântico, contando o que fazer num roteiro de 3 dias.

Sobre Florença ou Firenze (em italiano)

Florença, capital da região Toscana, fica a 275 km de Roma e é um dos destinos mais visitados da Itália.

A cidade é considerada o berço do Renascimento italiano e uma das cidades mais belas do mundo. Tornou-se conhecida, também, por ser a cidade natal de Dante Alighieri, autor da Divina Comédia, um marco da literatura universal e de onde a língua italiana moderna tem várias influências.

É um local movido por indústrias, artesanato, comércio e também pela cultura, arte e ciência.

Bora para as melhores Dicas de Florença?

Dicas de Florença Ponte Vecchio

Dicas de Florença Toscana

Dicas de Florença Itália

Melhor época

Durante a primavera, de abril a junho, o clima é agradável, as ruas ficam floridas e a região recebe diversos festivais.

No verão, entre julho e agosto, o clima é bem quente, faz muito calor mesmo (nós fomos em agosto, CLARO!), além de ser alta temporada, pois é a época ideal para ver os campos de girassóis na Toscana.

No outono, de setembro a outubro, o clima se apresenta mais ameno, a cidade fica com menos turistas pois a chance de chuvas é maior.

A partir de novembro, o clima já começa a esfriar bem, os dias se tornam mais curtos e as chuvas diminuem, porém as temperaturas ficam bem baixas até março.

Dicas de Florença

Como chegar

Para chegar em Florença de avião, existe o Aeroporto Florença-Peretola (FLR), dedicado a Américo Vespúcio, que fica a apenas 5 km de Florença, no município de Peretola.

Uma outra forma, que muitas pessoas gostam, é sair de Roma e seguir viagem para Florença de trem. Uma excelente opção para quem tem vontade de andar de trem pela Europa!

A melhor opção na minha opinião, é ir de carro alugado. Alugar um carro na Itália pode ser uma excelente oportunidade para quem gosta de conhecer vários lugares com mais liberdade. Para mim, isso torna a sua experiência ainda melhor!

Nós alugamos um carro no aeroporto de Roma ao chegar e de lá seguimos viagem por diversas cidades, entre elas, Siena, Pisa e Florença.

Certamente, de todas as Dicas de Florença, a melhor é: alugue um carro para explorar a  região da TOSCANA! 🙂

Dicas de Florença Italy

Onde ficar

Florença é uma cidade muito charmosa. Como não é muito grande, a melhor maneira de explorá-la durante seu passeio é a pé.

Caminhando por lá, você vai descobrir cantinhos incríveis dessa cidade tão badalada na Itália.

Independente do seu estilo de viagem, com certeza você vai encontrar uma boa opção de onde ficar em Florença.

Existem diversos tipos de hospedagem, desde hostels para os viajantes mais econômicos, hotéis boutiques ou até verdadeiros palácios.

Você pode escolher se hospedar no Centro Histórico ou nos bairros Santa Croce ou Oltrarno.

No Centro Histórico é onde quase tudo acontece, pois estão localizadas as principais atrações da cidade de Florença. A desvantagem é que o número de turistas é gigante, portanto, o movimento é intenso. Não espere tranquilidade. Mas se gosta de um agito, seja feliz!

Nós optamos por ficar no Centro Histórico em pleno verão, mesmo sendo daqueles que preferem a tranquilidade. Foi ideal pois caminhamos muito durante o dia e a noite estávamos próximos de várias opções de restaurantes.

Já em Santa Croce, a região é mais residencial, super tranquila, além da vantagem de ser próxima do Centro Histórico.

Em Oltrarno (“do outro lado do rio Arno”, que delimita o centro histórico da cidade), você encontra opções mais baratas onde se hospedar em Florença, e com sorte ainda pode ter vistas do rio.

Dicas de Florença Toscana

Dicas de Florença – Principais Atrações

Palazzo Pitti e Giardino di Boboli

O Palácio Pitti (Palazzo Pitti) é um grande palácio renascentista em Florença. Está situado na margem direita do rio Arno, a 300 metros da Ponte Vecchio.

Ele foi a casa da família Medici e dos seus sucessores até o Rei da Itália, e hoje abriga alguns museus.

Na verdade, o Palácio é um complexo de obras de arte de todas as épocas: os apartamentos monumentais, o Museo d’arti moderna, a Galleria Palatina, a Galleria del costume, o Museo degli argenti, o Museo delle porcellane, o Museo delle carrozze, e claro, o Giardino di Boboli.

Adquirindo o ingresso do jardim é possível visitar um outro jardim, o Bardini, que fica ao lado do Palazzo Pitti e há uma entrada de dentro de Boboli.

Dicas de Florença Palazzo Pitti

Os Jardins de Boboli são definitivamente a maior área verde monumental de Florença, com cerca de 45.000 m². Sua história possui mais de quatro séculos.

Não deixe de ver e fotografar: a Gruta del Buontalenti (1583), o anfiteatro romano com o obelisco egípcio no centro, Bacia de Netuno, a Estátua da abundância de Giambologna e Tacca (1563), o Casino del Cavaliere, o Jardim del Cavaliere, e a Fonte dell’Oceano.

Dicas de Florença Jardim di Boboli

Giardino di Boboli Firenze

Galleria Degli Uffizi

A Galleria degli Uffizi foi fundada em 1581 pelos Medicis e hoje é um dos mais importantes museus do mundo.

Em primeiro lugar, foi criado não como um espaço para expor obras de arte, mas como um grande escritório para hospedar uma série de magistrados, juízes, mercantes, ou seja, pessoas importantes que possuíam um cargo no governo de Florença – daí a origem da palavra Uffizi: Ofícios.

Atualmente como museu, é dividido em diversas salas, iniciando-se com obras de 1200 até 1700 aproximadamente.

As salas seguem em ordem cronológica, mas também de acordo com a proveniência (França, Espanha, Holanda, etc…).

Atenção que ela não abre às segundas-feiras!

Piazzale Michelangelo

O programa mais romântico e mais esperado em Florença é assistir ao pôr do sol na Piazzale Michelangelo.

É o único lugar mais distante do centro histórico, numa subida puxada de 2 km. Portanto, fomos de carro para chegar a tempo de curtir aquele cenário de filme.

A praça em si, projetada na década de 1860 por Giuseppe Poggi, não tem nada de especial: algumas estátuas e uma réplica do Davi de Michelangelo.

O principal é a vista da cidade.

Como ela fica no alto, tem uma vista maravilhosa de Florença e o pôr do sol visto de lá, é de fato inesquecível!

Piazzale Michelangelo

Dicas de Florença Piazzale Michelangelo

Piazza San Giovanni

A Piazza San Giovanni de Florença abriga o complexo do Duomo. Nas suas proximidades, estão as construções seculares como o batistério, a catedral Santa Maria del Fiore e o campanário.

Dicas de Florença Basilica Maria del Fiore

Catedral Santa Maria del Fiore

A Catedral Santa Maria del Fiore com seu lindo Duomo impressiona qualquer turista, além de ser a terceira maior igreja do mundo.

Não existe nada igual a sua fachada detalhadíssima em mármore rosa, verde e branco. Curioso é que sua construção foi iniciada em 1296 e demorou quase 150 para ser finalizada.

Ao seu lado estão o Batistério de San Giovanni e a Campanile de Giotto. Dentro da catedral, é possível visitar as criptas da Basilica di Santa Maria Reparata.

Não deixe de subir os 463 degraus para conseguir uma vista panorâmica da cidade, o que vale todo o esforço. A visita à catedral é gratuita, mas para visitar a cúpula, a torre, o batistério, o museu e as criptas, você deve comprar o bilhete.

Dicas de Florença Duomo

Basilica Maria del Fiore

Basilica di San Lorenzo

A sua construção é a mais antiga de Florença. Foi a catedral da cidade antes da Basílica Santa Reparata, construída onde hoje fica o Duomo.

A fachada de pedra rústica, que você vai ver ao se aproximar, contrasta e muito com a maestria artística e arquitetônica do seu interior.

Procure pelos púlpitos de bronze no seu vasto interior, pois são as últimas obras de Donatello. Seus relevos representam cenas da ressurreição e da vida de Cristo.

Basilica di San Lorenzo

Ponte Vecchio

Um dos cartões postais da cidade de Florença é a Ponte Vecchio, uma ponte em arco medieval, a mais antiga da cidade.

Considerada uma das pontes mais românticas da Europa, ela atravessa o rio Arno no seu ponto mais estreito ligando a cidade de Norte à Sul.

Conhecida, também, por ter uma quantidade de lojas (principalmente joalherias) ao longo de toda sua extensão.

É uma visita obrigatória já que a ponte é um dos principais símbolos da cidade de Florença.

Dicas de Florença Ponte Vecchio

Palazzo Vecchio e Piazza dela Signoria

O Palazzo Vecchio, localizado na Praça da Senhoria, foi construído com base no estilo de arquitetura civil da época e com a sua simplicidade e força encarna os ideais de liberdade da Itália. A atual arquitetura do Palazzo Vecchio resulta de muitas alterações que ocorreram ao longo dos séculos.

Sua curiosidade é a torre, que está descentralizada porque o projeto aproveitou uma torre que existia anteriormente.

Abriga a sede da prefeitura e um museu.

Na frente do palácio, há um conjunto de estátuas com significado político que marcou um momento vivido em Florença.

A mais fotografada das esculturas é uma réplica do David de Michelangelo, colocado na praça para simbolizar a república e o repúdio à tirania de Medici.

A Piazza della Signoria é o centro do poder civil e a zona mais animada de Florença, um autêntico museu ao ar livre.

Palazzo Vecchio Dicas de Florença

Dicas de Florença Piazza de la Signoria

Piazza de la Republica

Com formato retangular e um arco super imponente, a Piazza della Repubblica fica exatamente no centro da cidade. Durante o império romano, sediava o fórum e o mercado medieval.

O Arco da Abundância, como é chamado, foi feito por Giovanni Battista Foggini para separar duas ruas principais do império romano.

Nesta praça fica o famoso carrossel que aparece em diversas fotos de Florença.

Nela funcionava o mercado de rua durante a Era Medieval e onde estão localizados os cafés mais antigos da cidade.

Galleria dell’ Accademia

A Galeria da Academia (Galleria dell’Accademia) é o segundo museu mais visitado de Florença, atrás apenas da Galeria Uffizi. A exposição foi aberta em 1784 para oferecer material de estudo aos alunos de belas artes.

A Academia é famosa por ter em seu interior a obra-prima de Michelangelo: o David, uma escultura de mármore branco de 5,17 metros de altura que representa David antes de enfrentar Golias.

É uma das visitas imprescindíveis de Florença.

Basilica di Santa Croce

Se existe algo que caracteriza a Santa Croce são as quase 300 tumbas que há na igreja. Em suas lápides podemos ver datas que variam entre os séculos XIV e XIX.

Maior igreja franciscana do mundo, a Basílica Santa Croce guarda as tumbas de Michelangelo, Nicolau Maquiavel (autor de O Princípe), Galileu Galilei e Dante Alighieri.

Diz a lenda que a basílica foi fundada pelo próprio São Francisco de Assis. Dentro da igreja, existem 16 capelas, decoradas com afrescos de Giotto, além do museu.

Dicas de Florença Santa Croce

Roteiro de 3 dias – Dicas de Florença

Primeiro Dia: Palazzo Pitti, Jardim Boboli, Galleria degli Uffizi, pôr do sol na Piazzale Michelangelo.

Segundo Dia: Catedral Santa Maria del Fiore, Duomo de Florença, Campanário, Batistero, Piazza San Giovanni, Basilica di San Lorenzo, Piazza dela Signoria, Ponte Vecchio, Palazzo Strozzi, Basílica de Santa Croce.

Terceiro Dia: Piazza de la Republica, Galleria dell Accademia, Basilica San Miniato al Monte, Museo di San Marco, Sinagogo di Firenze.

Dicas de Florença Sinagoga

Dicas de Florença Italia

Florença é uma das cidades mais turísticas da Itália e, por isso, atrações disputadas costumam ter uma fila enorme. Para não desperdiçar horas da sua viagem na fila, a minha dica é comprar o ingresso antecipado com hora marcada.

Dependendo da atração, o ingresso antecipado custa um pouco mais caro, mas economizar horas de fila vale muito a pena.

Quem for de carro precisa ficar atento as zonas de acesso restrito de automóveis. O centro de Florença tem diversas ruas exclusivas para pedestres, a fiscalização é exigente e as multas são muito frequentes.

Na dúvida, informe-se bem antes de chegar. Nós tomamos mais de uma multa, por achar a sinalização confusa.

Ah, não se esqueça de provar os GELATOS! São imperdíveis, como em toda a Itália. Como era verão, eu tinha a desculpa de tomar uns 2 ou 3 gelatos por dia…. kkkkk (de todas as Dicas de Florença, essa é uma das principais) 🙂 

Provavelmente, três dias serão suficientes para visitar Florença, mas mesmo assim, o ideal é priorizar as atrações que você tem mais interesse, pois a cidade tem várias opções bacanas.

Assim, você aproveita sem muita correria. É o tipo de cidade deliciosa para caminhar e curtir sem pressa.

Dicas de Florença Duomo

E aí gente? Gostaram das Dicas de Florença?

Já salva esse pin no seu Pinterest

Pinterest Dicas de Florença

Gostaram do post? Alguma dúvida ou curiosidade?

Se gostou e quiser me acompanhar mais nas redes sociais, me siga lá no instagram @prefiromochilar  e veja mais fotos e dicas de viagens.

Vai Viajar? Já tem Seguro Viagem?

Nunca embarque para o exterior sem seu Seguro Viagem em mãos, eu mesma já tive intoxicação alimentar mais de uma vez, na Bolívia e em Cuba. O seguro é essencial não só nesse caso, como em vários outros.

Nosso blog tem parcerias com:

Seguros Promo (5% de desconto)

Real Seguro (10% de desconto)

Se você curtiu as Dicas de Florença, talvez possa gostar de ver também:

10 Destinos Românticos no Brasil (Dica da Soraia do Blog Viagens e Feminices)

Leia mais:

Quanto custa viajar para Capadócia na Turquia

Istambul: roteiro e dicas da maior cidade da Turquia


Compartilhe:

1 Comentário

  1. Samuel disse:

    Excelentes dicas de Florença!! Lugar pra ser explorado mesmo e com calma!! Falou tudo!!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!